0145

Descomplicando a advocacia II: Falando abertamente sobre Rankings Jurídicos

Rankings e publicações jurídicas, nacionais e internacionais, são, sem dúvidas, a principal referência de Marketing Jurídico para a grande maioria dos sócios dos principais escritórios nacionais.

Neste artigo, separei 5 temas dentro deste assunto para escrever objetivamente sobre cada um.

  1. Diferença entre rankings e league tables
  2. Porque um escritório/advogado precisa entender do assunto
  3. Insights estratégicos
  4. Classificação dos rankings em “bandas”
  5. Minha “Black List

Vamos lá:

1.

Para começar a entender sobre o assunto, é preciso aprender a diferença entre os Rankings e as League Tables:

  • Rankings jurídicos pesquisam sobre escritórios, práticas e profissionais. Estas publicações podem ser gerais ou especializadas em alguma área de atuação
  • League Tables cobrem transações. Na maioria dos casos, estas publicações possuem foco institucional (promovem o escritório) e são especializadas em determinadas áreas

2.

Entender sobre Rankings e League Tables evitam diversas situações, como por exemplo:

  • Perder tempo preenchendo formulários de publicações sem credibilidade
  • Gastar dinheiro com perfis institucionais e anúncios desnecessários
  • Acreditar em consultores que não entendem nada do mercado e que nunca trabalharam em um escritório de elite
  • Acreditar em profissionais de marketing que estão desatualizados e não vem acompanhando a evolução das publicações
  • Demissão de bons funcionários devido ao mau desempenho do escritório

3.

Dicas importantes:

  • Os rankings refletem o resultado do ano passado. Portanto, se o seu escritório está bem em 2017, mas em 2016 não foi tão bem, provavelmente o seu resultado em 2017 não será satisfatório.
  • As League Tables refletem a situação atual dos escritórios.
  • Nenhum ranking sério cobra para ranquear os advogados.
  • Pagar perfis corporativos e individuais não é errado. Se o ranking for sério, ele não te beneficiará ou prejudicará por causa disso.
  • Não tentem “enganar” as publicações com operações, valores e datas fictícias. Elas não vão cair.
  • Embora acertem na maioria das vezes, é importante ter consciência que os rankings estrangeiros também erram.
  • Ser mencionado não significa que o advogado/escritório merece. O contrário também acontece.
  • Ainda, vale ressaltar que é óbvio que estar no ranking não garante faturamento. Mas, se existe a possibilidade de estar, por quê não participar? Como eu já mencionei, gastar dinheiro com perfis é opcional.
  • O trabalho de ranking deve ser contínuo. Não adianta fazer apenas uma vez e já querer ser ranqueado.
  • A Análise Advocacia 500 vem melhorando substancialmente a qualidade de suas pesquisas. Está na hora de dar o merecido crédito a ela. Não é culpa da publicação quando, por exemplo, uma renomada advogada de Direito Concorrencial ou um famoso Tributarista aparecem em Direito Societário. A metodologia é baseada em votos, ou seja, as vezes o in-house counsel classifica determinado advogado com base na reputação do escritório dele.
  • A Leaders League também cresceu muito. O trabalho que a publicação vem fazendo aqui no Brasil está excelente. Se os demais Rankings não abrirem os olhos, em breve eles serão as principais referências no país.

4.

Classificação por ordem alfabética

5.

Se por algum acaso você receber um e-mail de uma publicação que não esteja aqui, nem na tabela acima, provavelmente também também será black list!

Para mais informações, entre em contato através do e-mail flaviolealmkt@gmail.com

Até a próxima!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Saiba como usar o linkedin para atrair mais clientes para seu escritório de advocacia

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

ACOMPANHE-NOS

© Copyright F Leal Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados.

Faça o cadastro para ter acesso ao e-book

Fique por dentro de nossas novidades